Bateria e Percussão no Tratamento da
Síndrome de Guillain-Barré

A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune inflamatória dos nervos, e de suas porções próximas a suas origens junto a medula espinhal, caracterizada por quadro de fraqueza progressiva, podendo levar a insuficiência respiratória e por consequência a morte.

Causada pelo Zika vírus, mas esta não é sua única causa. Ela pode ser caracterizada como problema neurológico que envolve os nervos periféricos das pernas e dos braços, normalmente secundário a uma infecção viral, bacteriana respiratória ou intestinal.

A síndrome de Guillain-Barré possui alguns tipos onde cada um tem seu grau e forma de debilitar o corpo, mas não irei abordar aqui devido aos aspectos médicos e técnicos cujos quais podem causar mais confusões, deixaremos estes pontos para o seu médico de confiança explicar, no entanto a finalidade da síndrome é sempre a mesma

O sistema imunológico de uma pessoa, que é responsável pela defesa do corpo contra organismos invasores, começa a atacar os próprios nervos, danificando-os gravemente.

O dano nervoso provocado pela doença provoca formigamento, fraqueza muscular e até mesmo paralisia. A síndrome de Guillain-Barré costuma afetar mais frequentemente o revestimento do nervo (chamado de bainha de mielina). Essa lesão é chamada de desmielinização e faz com que os sinais nervosos se propaguem mais lentamente até cessar. O dano a outras partes do nervo pode fazer com que este deixe de funcionar completamente.

A grosso modo quando somos infectados por uma das bactérias ou vírus associados a síndrome, estas bactérias e vírus possuem em sua formação proteínas similares as que existem no nosso corpo, portanto quando o corpo começa a produzir defesas contra essas bactérias e vírus, automaticamente ele estará produzindo defesa contra nosso corpo também o chamado “mimetismo molecular”, ao fazer isso acaba destruindo tanto os vírus/bactérias, como os nervos periféricos das pernas e braços.

Comorbidades

Como a síndrome ataca a bainha de mielina dos neurônios, ela acaba comprometendo todo o sistema nervoso central, no que se refere aos estímulos musculares conscientes e inconscientes

Portanto, isso leva a redução da capacidade respiratória, possíveis insuficiências cardíacas, formigamentos e podendo chegar a paralisia muscular severa, perda de reflexos nos membros, podendo ficar hipotônica.

Intervenção através da Bateria

A síndrome de Guillain-Barré age de forma muito rápida no corpo, e pode levar a pessoa ao internamento imediato por dias, devido ao tratamento emergencial que se precisa fazer para evitar sequelas.

A intervenção com a bateria vem na forma de condicionamento e recuperação muscular. Após os devidos cuidados médicos e as primeiras sessões de fisioterapia já podemos dar início as aulas, conseguindo o tônus muscular necessário para se manter sentado já é o suficiente no início.

Faremos uma avaliação de quão afetado foi a musculatura e quais estímulos o aluno ainda consegue comandar se o micro muscular (dedos, pulsos etc…) ou macro muscular (movimento de antebraços, e de toda a perna de uma vez por exemplo).

Após isso vamos identificar os exercícios básicos como uma forma de condicionamento físico-muscular, aliando a sereis de repetições curtas, e aumentando gradativamente. Começando pelo ponto forte que o aluno possui, seja ele micro ou macro muscular, e aos poucos com o fortalecimento vamos procurar expandir para os pontos mais fracos.

O estudo da bateria também irá estimular a capacidade cerebral do aluno, afastando das possíveis depressões que ele venha a ter causadas pela sensação de insignificância que a síndrome causa ao aluno. Um bom programa alimentar e de repouso também são partes fundamentais para acelerar a recuperação do aluno neste caso.

Um feedback constante com os médicos afim de estipular metas e a interação das atividades visando a melhor desempenho do aluno também se tornam indispensáveis.      

Sobre tudo vamos fazer o máximo para o aluno voltar a ter a melhor capacidade motora possível, e uma estabilidade mental para lidar com novos desafios com bom humor e esperança.

AGENDE SUA AULA

Aula experimental gratuita

Algumas das síndromes e transtornos que podemos auxiliar no tratamento através das aulas de bateria:

Menu
error: Todos os direitos reservados. Proibido a reprodução de qualquer forma.
× Fale com o professor